Para Refletir

sábado, 31 de outubro de 2015

Uma Bruxa(o) é assim: Estranha gente.


É gente de conteúdo interno que transcende a compreensão medíocre, simplória. É gente que tem idealismo na alma e no coração, que traz nos olhos a luz do amanhecer e a serenidade do ocaso. Tem os dois pés no chão da realidade. É gente que ri, chora, se emociona com uma simples carta, um telefonema, uma canção suave, um bom filme, um bom livro, um gesto de carinho, um abraço, um afago. É gente que ama e curte saudades, gosta de amigos, cultiva flores, ama os animais. Admira paisagens. Poeira traz lembranças de chão curtido de sonhos passados. Escuta o som dos ventos. Dança a dança do mundo pelo simples prazer de dançar. É gente que tem tempo para sorrir bondade, semear perdão, repartir ternura, compartilhar vivências e dar espaço para as emoções dentro de si. Emoções que fluem naturalmente de dentro de seu ser! É gente que gosta de fazer as coisas que gosta, sem fugir de compromissos difíceis e inadiáveis, por mais desgastantes que sejam. Gente que semeia, colhe, orienta, se entende, aconselha, busca a verdade e quer sempre aprender, mesmo que seja de uma criança, de um pobre, de um analfabeto.É gente muito estranha as Bruxas. Gente de coração desarmado, sem ódio e preconceitos baratos. Gente que fala com plantas e bichos. Dança na chuva e alegra-se com o sol. Cultuam a Lua como Deusa e lhe faz celebrações... Eh!!Gente muito estranha essas Bruxas. Falam de amor com os olhos iluminados como par de lua cheia. Gente que erra e reconhece, cai e se levanta, com a mesma energia das grandes marés, que vão e voltam em uma harmoniosa cadência natural. Apanha e assimila os golpes, tirando lições dos erros e fazendo redentores suas lágrimas e sofrimentos.
Amam como missão sagrada e distribuem amor com a mesma serenidade que distribuem pão. Coragem é sinônimo de vida, seguem em busca dos seus sonhos, independente das agruras do caminho. Essa gente, vê o passado como referencial , o presente como luz e o futuro como meta. São estranhas as Bruxas! Acreditam no poder do feminino, estão sempre fazendo da maternidade a sua maior magia e através da incessante luta pela paz chegam a divindade de existir pelo amor da Grande Mãe, a natureza. Da mesma forma que produzem um belíssimo visual, de elegância refinada com as raias da vaidade, se vestem como verdadeiras Bruxas medievais a caminho do patíbulo. Iluminam de beleza e jovialidade o corpo físico com habilidade mágica e com facilidade transforma-se, permitindo-se um sóbrio aspecto de velha senhora, a depender da lua nos seus espirítos.. Cultuam as sagradas tradições como forma de perpetuar as leis que regem o universo, passam de geração para geração a fonte renovadora da sabedoria milenar. São fortes e valente, ao mesmo tempo humildes e serenas. São leoas e gatinhas.
São muito estranhas as Bruxas. Com a mesma habilidade que manuseiam livros codificados, o fazem com panelas e vassouras... São aventureiras e criam raízes, dançam rock, valsa e polka, danças sagradas , e inventam o que precisa ser inventado. Criam e recriam. Contam contos e histórias de fadas, e carochinhas, contam suas próprias histórias... Falam de generosidade e de todas as daides em exercício constante, buscam a plenitude como propósito...
Interessante essa gente, essas Bruxas!
Se obrigam tarefas, de evoluir, de amar e dividir... falam de desapego em plena metrópole, em meio as tecnologias.
Cantam mantras e Músicas populares, mas se emocionam com as folclóricas. Mexem com ervas e chás, são primitivas e avançadas. Pulam da mesa do rei para um abrigo montanhês com o mesmo sorriso enigmático de prazer e sabedoria que iluminava a face das suas ancestrais. Degustam um pão artesanal, receita medieval da velha senhora das montanhas com a mesma gula que o fazem em um banquete cinco estrelas, com pães ultra sofisticados daquela celebridade da cozinha francesa.
Amam em esteiras e em grandes suites, desde que estejam felizes, pois ser feliz é sempre a única condição dessa gente estranha. É gente que compra briga pela criança abandonada, pelo velho carente pelo homem miserável, pela falta de respeito humano... é gente que fica horas olhando as estrelas, tentando decifrar seus mistérios, e sempre conseguem. Gente que lê em fundos de xícaras, em bolas de cristal, tarot, com pedras, na areia, nas nuvens, no fogo, no copo d’água... são muito estranhas!
Oram para elementais, anjos e gnomos. Falam com intimidade com os Deuses e lhes chamam para um círculo, fazem fogueiras e dançam em volta... Viajam de avião, a pé, de carro e em lombos de animais, agradecendo pelas oportunidades que a vida lhes dá... aliais, essa gente estranha agradece por tudo, até pela dor, que chamam de mãe, pois acreditam que é a forma mais rápida para a evolução...Se reúnem em escolas iniciáticas que chamam de coven, para mutualmente se bastarem, se protegerem se resguardarem, resgatar valores, estudar, muito estranhas são as Bruxas. Mas estranha mesmo é a fé que as mantém vivificadas ao longo de cinco mil anos. Que seja abençoada toda essa gente estranha...e desconfio que é deste tipo de gente que a DEUSA precisa para o terceiro milênio...

Graça Lúcia Azevedo / Senhora Telucama
Salvador – Bahia - Brasil

''Mundos paralelos existem e interagem com o nosso mundo'' afirmam Físicos

Veja a notícia aqui: http://www.semprequestione.com/2015/10/mundos-paralelos-existem-e-interagem.html?m=0#.VjU-qGehdn7

Am I a witch? Am I magic?


If you think you are a witch, you are a witch — meaning you are a Goddess, Priestess, Healer, Shaman, Wise Woman.
The witch-hunts of Salem and Europe whipped up a hysterical mob mentality against women, against the feminine.
It rounded up and killed the wise women, the natural healers, any women with land they wanted or those outside of the societal status quo, who refused to conform to Christian and Patriarchal rule.
Basically, in fear of the power of the feminine, women, the earth, and its creatures, were slaughtered under false and hysterical pretenses.
It is crucial we reclaim ourselves and the beauty, power, heritage of the word Witch. A witch’s purpose is the very earth we need to save.
Witches love the earth, and worship nature. Truth is, witches are as beautiful as nature herself and do no harm. They live by the rule of three, a karmic understanding that everything they do comes back to them threefold. The more we kill the earth, the more we kill ourselves.
For as long as we can remember, we have been taught to fear ourselves as well as nature. Witches however, relish their wild nature and align themselves with the cycles of the earth and the phases of the Moon.
For many women, to reclaim the word Witch is to reclaim one’s self and her relationship to the Great Mother.
So, because I love to de-stigmatize, and re-honor the big beautiful juicy word Witch, the answer I give, when someone asks me if I am one, is Yes.
“Where there is woman, there is magic.” ~ Ntozake Shange

sexta-feira, 30 de outubro de 2015

Pedra Filosofal- Manuel Freire canta António Gedeão

"Sou sonhador por natureza. Os sonhos são a minha expressão onde exerço a minha capacidade de viajar para outras realidades, aprendendo a controlar a percepção e a sua intensidade".....

José Gonsalez - Put Your Hand On Your Heart

It's one thing to fall in love but another to make it last!

José González - This Is How We Walk On The Moon

Every step is moving me up!

O tempo não volta atrás


O medo de errar, ou de outra coisa qualquer, causa perda de momentos incríveis. O tempo não volta atrás!
CT

Romance



"Romance is a dream that still lives in the hearts of millions: Romeo and Juliet, 1884, depicted in oil on canvas by Frank Bernard Dicksee. It hangs in Southampton City Art Gallery

Amor


Amar não é envolver-se com a pessoa perfeita, aquela dos nossos sonhos. Não existem príncipes nem princesas. Amar é encarar a outra pessoa de forma sincera e real, exaltando as suas qualidades, mas sabendo também dos seus defeitos.
O Amor é sempre lindo, e é maravilhoso quando encontramos alguém que nos transforme no melhor que podemos ser.
CT

aDEUS


A vida ensinou-me a dizer adeus às pessoas que amo, sem tirá-las do meu coração.
CT

Ser livre


CARTA DO DIA - 2015, 30 Outubro: Arcano 20 - O JULGAMENTO


Não tenha receio de enfrentar a realidade ao invés de fugir às suas responsabilidades. Tem agora uma segunda oportunidade para se redimir do passado e aceitar novos desafios e ideais providenciando-lhe uma nova emancipação espiritual que o ajudará a enfrentar os impedimentos na sua vida.

O Juizo - Tarot Lombardo Dellarocca (1810)
Deverá libertar-se das suas ideias ortodoxas e abraçar novas perspectivas de vida quer estejam relacionadas com laços amorosos ou relacionamentos profissionais.

O início de um novo ciclo positivo aproxima-se, caso aceite esta oportunidade de admitir as suas atitudes, aprender com os erros e seguir em frente.

Por outro lado, se você sente estar a ser alvo de escárnio de outros, ou se está a responsabilizar-se em demasia por algum feito cometido por si, talvez o problema até esteja na sua visão negativa de algo que esteja a acontecer a outra pessoa, e muito provavelmente esteja a culpabilizar-se de tal. Deixe para trás este tipo de pensamentos destrutivos de si próprio e avance em frente!

********
Faço sessões de ‪#‎TerapiaMultidimensional‬ e ‪#‎Tarot‬ Multidimensional para todo o Mundo, via Skype, Facebook ou telefone. Para mais informações, por favor queiram contactar-me pelo email: maedara1972@gmail.com, liguem +351 910 188 775 ou deixem mensagem aqui.
Gratidão, queridos, e sintam-se muito abençoados!

"Bruxa" condenada à morte há 300 anos vai ter novo julgamento

Abro o meu PC e qual a primeira notícia que me aparece? Acreditam em coincidências? EU NÃO!

Ora vejam! http://www.tvi24.iol.pt/acredite-se-quiser/italia/bruxa-condenada-a-morte-ha-300-anos-vai-ter-novo-julgamento

"Se vemos que há algo na nossa História que está errado, temos de conhecê-lo. Isto é importante hoje como era há 100 anos e como vai ser nos próximos 100." Disse Voltaire: "Os homens erram, os grandes homens confessam que erraram."

Este é um grande ensinamento!

"A forma como as pessoas te tratam é proporcional ao que lhes permites, ao que impedes e ao que fortaleces." (Tradução: CT)
BOM DIA!

quinta-feira, 29 de outubro de 2015

Nick Drake - Fly

Please give me a second grace
Please give me a second face
I've fallen far down
The first time around
Now I just sit on the ground in your way
Now if it's time to recompense for what's done
Come, come sit down on the fence in the sun
And the clouds will roll by
And we'll never deny
It's really too hard for to fly.
Please tell me your second name
Please play me your second game
I've fallen so far
For the people you are
I just need your star for a day.
So come, come ride in my my street-car by the bay
For now I must know how fine you are in your way
And the sea sure as I
But she won't need to cry
For it's really too hard for to fly.

Frase do livro A Menina que Roubava Livros


Nos Hizo Falta Tiempo By Concha Buika & Manzanero



"Há um tempo em que é preciso abandonar as roupas usadas que já não têm a forma do nosso corpo, e esquecer os nossos caminhos que nos levam sempre aos mesmos lugares.
É o tempo da travessia...
E se não ousarmos fazê-la, teremos ficado para sempre, à margem de nós mesmos."

Fernando Pessoa

Tudo está preparado.


"Tudo o que de nós mesmos estava ocultado vem à tona e os mistérios enfim serão revelados..." Jandira Moraes Livros

Encerrando Ciclos - Paulo Coelho

Sempre é preciso saber: quando uma etapa chega ao final.
Se insistirmos em permanecer nela mais do que o tempo necessário, perdemos a alegria e o sentido das outras etapas que precisamos viver.
Encerrando ciclos, fechando portas, terminando capítulos, não importa o nome que damos.
O que importa é deixar no passado os momentos da vida que já se acabaram.

Continue a ler aqui: http://thesecret.tv.br/2015/06/encerrando-ciclos-por-paulo-coelho/

Não pisa que eu gamo

Com licença, amor. Você poderia erguer os pés para eu pegar todos esses sentimentos que você está pisando? Eles são meus... Obrigada!

Link: http://www.sabiaspalavras.com/nao-pisa-que-eu-gamo/

Beleza de dentro para fora


Preserve a sua paz


“A mente guarda no subconsciente o que escuta ou vê. Tudo na vida funciona como potente indutor emocional: palavras, músicas, aromas, imagens, atitudes... Parece que você não liga para muitas dessas coisas. Engano. Até mesmo uma conversa tola registra as suas impressões. As palavras geram impacto psicológico, desencadeiam opiniões contra e a favor, e podem trazer muita insegurança. Confundem até valores e princípio, quando estes não estão ainda solidamente instalados. Por fim, podem fazer uma lavagem cerebral. Evite, sempre que possível, dar ouvidos ao fundamentalismo, às informações e às opiniões infundadas. Milhões de pessoas imaturas, fracas e inseguras disfarçam essas características com conversas que nada têm a ver com a realidade. 

Preserve a sua paz, mantendo uma prudente distância emocional da pessoa que usa as palavras para trocar farpas, alfinetar e colocar você para baixo, como se ela fosse o máximo, e você, o mínimo. Nunca alfinete de volta. Prefira o silêncio. Ou então, fique bem longe. Se não puder ficar longe, construa a sua retirada, mas nunca se submeta a uma pessoa desequilibrada. A paz interior e o poder que ela acrescenta em sua vida parte da atitude firme em se desviar de tudo que incomoda a sua Alma. Está na hora de ser feliz e escolher melhor quem você quer no seu caminho.”

J. C. Alarcon e Nilsa Alarcon

Tango with Lions ~ In a Bar

I wanna meet a friend in a bar tonight
 the evening is long
 so long I hardly move 
A can in my hand
 a picture in my mind
 a voice I need to hear, a laugh I need to show

Escute...


Escute o seu coração e mande toda a gente calar a boca. Afinal, quem o mantém vivo?
CT
‪#‎terapiamultidimensional‬ ‪#‎coração‬ ‪#‎cura‬ ‪#‎alma‬

Amar...


O mundo se torna maravilhoso, quando nos permitimos o verdadeiro amor... Amar é deixar o divino em nós atuar e tatuar em nossas células e nosso DNA a marca da divina da Luz, que nos torna leves e quase nos faz levitar...

Jandira Moraes Livros

A chuva


A chuva simboliza a fertilidade, a purificação, na medida em que representa o símbolo das influências terrestres que renovam as vidas na terra relacionada ao sémen divino. Juntamente com a neve, a chuva está associada ao elemento água que simboliza a força, a limpeza, a cura através do seu poder sagrado e sacralizante.

CARTA DO DIA - 2015, 29 Outubro: Arcano 11 - A JUSTIÇA


Seja qual for o propósito, mantenha as suas virtudes, pois a força moral e a integridade são de grande valia para fortalecer o espírito e combater qualquer adversário externo. Agir com firmeza, responsabilidade e imparcialidade é meio caminho andado para controlar os pesos diferentes que nos são impostos durante a nossa caminhada na terra.

********
Faço sessões de ‪#‎TerapiaMultidimensional‬ e ‪#‎Tarot‬ Multidimensional para todo o Mundo, via Skype, Facebook ou telefone. Para mais informações, por favor queiram contactar-me pelo email: maedara1972@gmail.com, liguem +351 910 188 775 ou deixem mensagem aqui.
Gratidão, queridos, e sintam-se muito abençoados!

João Hasselberg - "The Old Man And The Sea" (live at CCC 2014)

MA-RA-VI-LHO-SOOOO!

Tua Luz Brilha...


Tua luz brilha, mesmo quando não a queres, mesmo quando não a vês. Poderás esconder-te de ti mesmo, apagando todas as tuas velas, todas as tuas lamparinas; cobrindo com véus as tuas estrelas azuis, nublando com nuvens pesadas o teu céu para que nele nem a lua e nem o sol possam ser vistos... Mas quando te distraíres, por segundos, ao som de uma canção que invoca a luz do amor, quando te distraíres olhando para o mar ou brincando sem querer com os cata-ventos da tua memória, saberás que brilhaste... E, se neste momento, puderes soltar tuas amarras e, feito um pássaro, voar pelo teu universo interior, verás quão luminoso é o teu ser. Sentirás as mãos amorosas da existência guiando teu coração e ensinando-te a amar... Saberás não estar sozinho, saberás ser amado e agraciado pelo amor do teu Criador. E tudo isso porque deixaste, sem querer, a tua luz iluminar, o teu ser respirar a vida que brota alegre a cada momento em que te decides por ti mesmo. Lembra, Deus abençoa e te sorri por isso.

Estação da Paz
Fonte:  http://portalarcoiris.ning.com/

quarta-feira, 28 de outubro de 2015

Buenas noches


Do livro As Vantagens de Ser Invisível


Sara Bareilles - Gravity (Live)



ALMAS GÉMEAS

Tal qual dois espíritos
se encontram e se perdem
na volatilidade dos dias,

Dois espíritos
necessitados
do oxigénio do sonho
para reinventarem a vida,

Dois rios
que se encontram
na confluência dos mares
explodindo as marés,

Dois rios,
duas estrelas
ou dois vulcões

que se cruzam
se abraçam
ou se anulam

lutando contra
o inexorável limite
dos limites.

Luiza Caetano

Amar e fugir de quem se ama


- É estranho. Amar e fugir de quem se ama. Há uma dor que foge connosco, que não nos larga...
- E ainda trazes essa dor contigo..?
- A dor não. Mas trago os vestígios da dor. As cicatrizes. Naquela altura fugi – não vale a pena mentir, porque foi isso mesmo que eu fiz.
E sabes o que eu penso?, não acredito “no sempre feliz só porque se ama” Podemos amar felizes. Podemos amar infelizes.
- E o que é que tinha esse amor de especial....?
-Tinha-me. Era mesmo isso: tinha-me dentro dele. E isso não significava que eu fosse feliz, mas também não retirava um pingo de amor ao que eu sentia.
- Não é fácil de entender o que dizes....
- Pois não.
-...
- É como estar dentro de água num dia de verão quente. É bom, saboroso, mas depois vem o frio. Não deixas de estar dentro de água, estás, mas já é o frio que toma conta de ti. E repara: a água é a mesma. O calor é o mesmo. Mas tu não, tu mudaste, o teu corpo, a tua pele, sente a vontade de se aconchegar e afastar o frio que sente. E se não há nada que o aconchegue, que o aqueça, e que lhe dê o calor que ele precisa, só vais ter mais e mais frio em ti, percebes? Estás lá, sim, onde quiseste estar, naquela água que antes te chamou para a sua frescura, que antes te abriu os braços para te molhar a pele, mas há uma altura em que o prazer dessa água dá lugar a um incómodo; depois a uma moinha, cada vez mais forte, que já te arrepia, até se tornar uma dor vigorosa; e por fim um sentir insuportável que só te dá vontade de te abandonares a ti, de fugires para não sentires a sensibilidade atroz daquela dor que te punge.
O amor é igual: é bom, saboroso. Mergulhas no seu dentro e és feliz, sentes-te bem, mas depois vem o frio, a distância, o evitar de um abraço – primeiro -, depois é o beijo que nos desabita, e por fim já nem a pele nos conhece. Mas nós estamos lá, dentro do amor, dentro do frio que o amor nos provoca. E estamos lá – dentro do amor que nos rodeia por todos os lados. Mas amamos mesmo?, ou só estamos mergulhados no amor frio, solitário, e desabitado de corpos? É isso que nos dói. É sentir que estamos no amor, mas o amor já não quer estar connosco. Expulsa-nos, provoca-nos frios e arrepios, e dores que doem muito, e feridas profundas que levam tempo a sarar – se é que alguma vez nos saramos delas.
E depois? Depois vivemos com o permanente olhar para as cicatrizes que ficam. Podemos tapá-las com roupa, esquecê-las por uns tempos. Mas elas estão lá.
- Mas nem toda a gente sente isso...
- Claro que não. Há sempre gente que, num dado momento, vive no pico do amor, que acha que tudo são balelas, que nunca irá sentir nada disto, que é só para os outros, que jamais lhe acontecerá um tropeção de amor. É normal.
- O amor tem muito poder...
- O amor quando vem leva-nos para o seu melhor local. Faz-nos subir a montanha, mostra-nos as melhores paisagens. E é nessa altura, e com essa visão maravilhosa que o amor nos proporciona, que nos apaixonamos. É nessa altura que acreditamos que o amor será sempre um sol quente e reconfortante. É nessa altura que acreditamos – e não há ninguém neste mundo que já não tenha acreditado num amor desses -, que o amor nunca terá uma noite fria e gelada a viver em nós, que o amor nunca será uma madrugada solitária à espera de um corpo – da nossa outra metade de nós – que nos aqueça. É nessa altura que achamos que a nossa força nunca nos faltará para amar o resto da vida...é nessa altura que devemos viver o amor.

E só quem for parvo é que não aproveita o melhor que o amor tem: a felicidade.
  
Carlos Marcelino - Post Scriptum

Felicidade


Não existe nada melhor do que aquilo que é. Não existem pais melhores do que aqueles que temos, futuro melhor do que aquele que se encontra diante de nós. Aquilo que existe é o que há de maior.
Neste sentido, felicidade significa que acolho tudo em meu coração, do modo que é e me alegro. É este o máximo da felicidade: quando nos alegramos com a realidade da forma que é, e quando nos alegramos com os nossos pais da forma que são, com o nosso passado assim como foi, com o nosso parceiro, da forma que ele ou ela é, com os filhos da forma que são, exatamente da forma que são. É a melhor coisa que existe.
Esta alegria é o máximo da felicidade. Ela vem do coração. É ampla e irradia luz. Em torno dela, outros se sentem bem, ela inclui muitos. É satisfeita e grata, toma e dá.


Bert Hellinger

O Amor


O Amor é aquele que tudo em nós pode realizar...
Ele nos faz meninos...
Ele nos faz amar e nos doar, sem questionar...
O puro amor não analisa, ele apenas realiza
e deixa-se ser Amor e deixa-se amar...

Jandira de Moraes

Fotografias


"Não passe a mão pelas fotos que se estragam. Elas são o contrário de nós: apagam-se quando recebem carícias..."

MIA COUTO in Um Rio Chamado Tempo, uma Casa Chamada Terra

Ternura


"Eu te peço perdão por te amar de repente
Embora o meu amor
seja uma velha canção nos teus ouvidos
Das horas que passei à sombra dos teus gestos
Bebendo em tua boca o perfume dos sorrisos
Das noites que vivi acalentando
Pela graça indizível
dos teus passos eternamente fugindo
Trago a doçura
dos que aceitam melancolicamente.
E posso te dizer
que o grande afeto que te deixo
Não traz o exaspero das lágrimas
nem a fascinação das promessas
Nem as misteriosas palavras
dos véus da alma...
É um sossego, uma unção,
um transbordamento de carícias
E só te pede que te repouses quieta,
muito quieta
E deixes que as mãos cálidas da noite
encontrem sem fatalidade
o olhar estático da aurora."

Vinicius de Moraes

Crianças índigo: são especiais e vieram para mudar a nossa visão de mundo...


Este é um tema fascinante e que me é muito querido. Gostaria de colocar uma Luz em crianças espetaculares que chegaram para mudar definitivamente a nossa visão de mundo.

Estas crianças vão além do plano intelectual, sendo que no plano comportamental está o foco do seu brilho e também dos transtornos que elas trazem para quem tem uma forma "engessada" de pensar e de se comportar, pois exigem do ambiente que as circunda certas características, que não são comuns na sociedade atual, nas quais a autenticidade, desde há muito foi deixada de lado. Essa energia inusitada que emana destas crianças ajudar-nos-á a destituir dois paradigmas da humanidade que são o PENSAR e o AGIR.

A sua principal missão é diminuir as diferenças entre o PENSAR e o AGIR, pois frequentemente agimos de uma forma diferente da que pensamos. Ao diminuir esse distanciamento, as crianças índigo estão a criar uma sociedade mais autêntica, transparente, verdadeira e com maior confiança nos inter-relacionamentos.

Elas também ajudar-nos-ão a mudar o foco do EU para o PRÓXIMO, restabelecendo a autenticidade e confiança da humanidade, que são pré-requisitos para que possamos respeitar e considerar mais o PRÓXIMO do que a nós mesmos. O egoísmo, a inveja e as exclusões tendem a diminuir, resultando numa maior solidariedade e partilha. A transformação virá através do questionamento e da mudança de todas as entidades rígidas que as circundam, começando pela família, que deixará a imposição de regras, trocando-as por tempo de dedicação, autenticidade, informação, escolha e negociação. Elas não aceitam ser enganadas, porque elas têm uma “intuição” para perceber as verdadeiras intenções e não têm medo.


Modelo imcompatível 

Atualmente, na escola, o ensino é imposto sem muita interação e sem ouvir muito o aluno. Simplesmente esse modelo é incompatível com os índigos, sendo esse o pior conflito. Como essas crianças possuem uma estrutura mental diferente, elas resolvem problemas conhecidos de uma maneira diferente, além de encontrar formas inusitadas de raciocínio que abalam o modelo atual de ensino.

O mesmo acontecerá através do questionamento, da sua influência sobre todas as demais entidades, tais como: mercado de trabalho, cidadania, relações interpessoais, relações amorosas e instituições espirituais. Isso acontecerá, pois os índigos são essencialmente dirigidos pelo hemisfério direito que sempre traz respostas criativas e inusitadas para as soluções dos problemas.

Infelizmente, a missão dos índigos é muito difícil, até porque os seus comportamentos, à primeira vista, têm um conteúdo de rebeldia revolucionária, motivo para muita dor de cabeça dos pais e das instituições de ensino. 

TOMANDO E DESAFIANDO, RECIPROCIDADE


TOMANDO E DESAFIANDO

A quarta Ordem do Amor entre pais e filhos é que os pais são grandes e os filhos são pequenos. É apropriado que os filhos aceitem e os pais dêem. Porque os filhos recebem tanto, têm necessidade de balançar a conta. Faz-nos sentir incómodos quando aceitamos daqueles que amamos sem poder retribuir. Com os nossos pais nunca podemos corrigir o desequilíbrio porque eles dão sempre mais do que nós podemos retribuir.

Alguns filhos fogem da pressão da reciprocidade, da sensação de obrigação ou de culpa. Então dizem, "eu prefiro não receber nada e sentir-me livre da culpa e obrigação." Tais filhos fecham-se aos seus pais e sentem-se vazios e empobrecidos. O amor seria melhor servido se eles dissessem, "aceito tudo o que me derem com amor." Então poderiam olhar amorosamente para os seus pais, e os pais poderiam ver como os seus filhos eram felizes. Esta é uma maneira de aceitar, que consegue equilibrar, porque os pais sentem reconhecimento por este tipo de aceitação, com amor. E dão ainda de maior boa vontade.

Quando os filhos exigem, "vocês devem dar-me mais", então os corações dos pais fecham-se. Porque os filhos exigem, os pais não podem mais inundá-los voluntariamente de amor. É tudo o que essas exigências conseguem, elas proíbem o fluxo natural do amor. E os filhos exigindo, mesmo quando conseguem algo, não lhe dão valor.

RECIPROCIDADE

Entre pais e filhos, a reciprocidade em dar e receber é conseguida dando uns aos outros o que recebemos. Isto faz os pais muito felizes quando os filhos dizem, "eu recebo tudo o que me dás, e quando for grande, passá-lo-ei para os meus filhos." Os filhos não olham para trás quando dão desta maneira, eles olham em frente. Foi o que os seus pais fizeram, eles receberam dos próprios pais e deram aos seus filhos. Porque receberam tanto, sentem-se pressionados para dar abundantemente, e podem fazer isso.

É isto o que eu quero dizer sobre as Ordens do Amor entre pais e filhos.

Bert Hellinger

MEDIDA DO FILHO


Adicionalmente à vida que os pais dão aos seus filhos, e ao que quer que seja que lhes dão enquanto os criam, há também os presentes que os pais dão, do que acumularam com os seus próprios esforços. Por exemplo, uma mãe é uma prendada pintora que pinta os quadros mais maravilhosos. Isto pertence a ela e não aos seus filhos. Se os seus filhos ficarem decepcionados porque não conseguem pintar quadros tão belos - embora não tenham o seu talento e não trabalhassem tão arduamente como ela - eles violam as Ordens do Amor. Não é assim que a vida funciona. O mesmo aplica-se à riqueza material. Os filhos que se sentem herdeiros da riqueza dos seus pais, e ficam decepcionados quando não o são, danificam o amor. Se herdarem a riqueza, então o amor estará bem servido quando a tratam puramente como uma dádiva.

Isto é importante porque se aplica também à culpa pessoal dos nossos pais. A culpa pessoal dos nossos pais pertence-lhes a eles, sozinhos. Acontece frequentemente que os filhos, sem o amor de seus pais, tomam a culpa deles e tentam carregá-la. Mas isto viola as Ordens do Amor. Tais filhos tentam presunçosamente fazer algo que não têm direito nenhum de fazer. Por exemplo, quando os filhos tentam expiar os erros dos pais, colocam-se acima de seus pais e tratam-nos como se os pais fossem crianças de que necessitam de tomar conta, e como se os filhos fossem os pais.

Não há muito tempo havia uma mulher num grupo cujo pai era cego e a mãe surda. Eles compensavam-se um ao outro muito bem. Mas a mulher sentiu que necessitava de cuidar dos pais, e quando nós construímos a sua constelação familiar, o seu representante agiu como se fosse grande e seus pais pequenos. Na constelação, a mãe disse-lhe que, "até que o teu pai queira, eu posso cuidar dele sozinha." E o pai disse-lhe que, "a tua mãe e eu estamos bem sozinhos. Não necessitamos de ti." Mas a mulher ficou mais decepcionada do que aliviada. Foi reduzida ao tamanho de filha, de criança.

Não conseguia dormir nessa noite. De facto, sofria de insónias. No dia seguinte, perguntou-me se eu a poderia ajudar. Eu disse, "as pessoas que não conseguem dormir às vezes acreditam que necessitam de vigiar algo." Então eu contei-lhe uma história de Borchert sobre um menino em Berlim após a guerra. Ele vigiava dia e noite o corpo morto do irmão para que os ratos não o comessem. Embora estivesse completamente esgotado, estava convencido que era obrigado a manter-se de vigia. Um homem caridoso veio ter com ele e disse-lhe, "de noite os ratos dormem." Então o menino caiu adormecido. Nessa noite, a mulher também dormiu.

A terceira Ordem do Amor entre pais e filhos é que respeitamos o que pertence aos nossos pais pessoalmente, e permitimos que façam o que somente eles podem e devem fazer.

Bert Hellinger

ANALISANDO O QUE OS PAIS DÃO ADICIONALMENTE por Bert Hellinger


Além de nos darem a vida, os nossos pais dão-nos também outras coisas. Alimentam-nos, animam-nos, cuidam de nós, e muito mais. Isto funciona bem quando a criança aceita o que lhe é dado, tal como lhe é dado. Regra geral, as crianças só aceitam o que necessitam, do que lhes é oferecido. Naturalmente há as exceções que nós todos compreendemos, mas regra geral, o que os pais dão aos seus filhos é o suficiente. Os filhos não podem ter tudo o que querem e nem todos os sonhos são realizados, mas normalmente, os filhos recebem bastante.

É consistente com as ordens do amor quando os filhos dizem aos seus pais, "vocês deram-me bastante, e é suficiente. Eu aceito isso de vós com apreciação e amor." Um filho que sinta isso, sente-se cheio e próspero, não importa o que pode ter ido antes. Tal filho poderia adicionar, "eu cuidarei do resto." Esta também é uma bonita experiência. E o filho poderia adicionar, "agora deixo-os em paz." O efeito destas frases é muito profundo. Os filhos têm os seus pais, e os pais têm os seus filhos. São simultaneamente separados e tornam-se independentes. Os pais terminaram o seu trabalho, e os filhos são livres para viver as suas vidas com respeito para com seus pais, sem serem dependentes deles.

Mas sinta o que se passa na alma quando você imagina os filhos a dizerem aos seus pais, "o que vocês me deram, primeiro, não foi a coisa certa, e segundo, não foi o suficiente. Vocês ainda me devem." O que é que os filhos recebem dos seus pais quando sentem desta maneira? Nada. E o que é que os pais recebem dos seus filhos? Também nada. Tais filhos não podem separar-se dos seus pais. Suas acusações e pedidos amarram-nos aos seus pais de modo que, embora estejam limitados a eles, não têm nenhum progenitor. Sentem-se então vazios, necessitados e fracos.

Esta é a segunda Ordem do Amor, que os filhos tomem o que os seus pais lhes dão para além da vida como ela é.

UNICIDADE segundo Bert Hellinger

Há, entretanto, um outro mistério envolvido. Nomeadamente, aquilo que nós experimentamos é único, que cada um de nós tem algo pessoal que não pode ser duplicado e que é diferente do que têm os nossos pais. E isto também deve ser afirmado, seja fácil ou difícil, bom ou mau. Se olharmos claramente para o mundo e para as nossas próprias vidas, vemos então que tudo o que é e que tudo o que fazemos, pertence a um todo maior.

O que quer que façamos ou que recusemos fazer, para o que trabalhamos e ao que nos opomos, fazemos porque nós servimos a um todo maior ao qual não compreendemos. Se nos tornarmos íntimos deste todo maior, então experimentamos este serviço como uma tarefa ou uma chamada que não adiciona nada às nossas realizações pessoais se for bom, nem à nossa culpa pessoal se for terrível. Simplesmente somos chamados para servir. Quando olhamos para o mundo desta maneira, as distinções habituais tornam-se irrelevantes. Eu chamo a isto, O Mesmo.

O MESMO

A brisa move-se suave e sussurrante,
a tempestade explode e ruge.
Ainda é o mesmo vento,
a mesma canção.

A mesma água
Banha-nos e afoga-nos,
Carrega-nos e enterra-nos.

O que quer que esteja vivo, usam-se,
preservam-se e destroem-se,
uns aos outros,
dirigidos pela mesma força.

Isto é que interessa.
Quem é servido pelas diferenças?

Estas são então as condições de vida fundamentais. É uma dádiva termos pais e sermos crianças. E também, que temos algo unicamente pessoal.

COMO FUNCIONA O AMOR explicado por Bert Hellinger

Muita gente supõe que se nós amarmos bastante, o amor triunfará e tudo se transformará em bem. A experiência demonstra que isto não é verdade. Às vezes os pais vêem, desesperadamente, como os seus filhos, embora profundamente amados, tornam-se diferentes do que eles esperavam, por vezes ficando doentes, viciados em drogas ou suicidas. Tais experiências mostram que, para além do amor, é necessário algo mais para que o amor seja bem sucedido. O que o amor requer é que nós compreendamos e sigamos as escondidas Ordens do Amor.

ORDEM E AMOR

O Amor completa-se com o conteúdo das Ordens.
O Amor é água, as Ordens são o seu jarro.

As Ordens são a terra arrendada,
Permitindo que o Amor flua.

Ordem e Amor cooperam:
Tal como a melodia e suas harmonias,
Assim é o Amor com as suas Ordens.

Tal como nossos ouvidos são arranhados pela dissonância,
Mesmo quando explicada,
Também a nossa alma adapta-se com dificuldade
Ao Amor sem ordem.

Alguns tratam as Ordens como se elas
Fossem opiniões que possamos
Ter ou mudar à vontade.

Mas elas são como são.
Trabalham, mesmo quando não as compreendemos.
Nós não as criamos, descobrimo-las.
Concluímos então, como Desígnio e Alma,
Do seu efeito.

Muitas destas ordens estão escondidas e nós não podemos observá-las diretamente. Trabalham profundamente na alma, e tendemos a obscurecê-las com as nossas crenças, objeções, desejos ou ansiedades. Necessitamos de entrar profundamente na alma se quisermos tocar as Ordens do Amor.

Amor - Pablo Neruda

 
"Dá-me amor, sorri e ajuda-me a ser bom. Não te firas em mim, seria inútil. Não me firas a mim, porque te feres." Pablo Neruda

A cobiça


A cobiça envenenou a alma do homem, levantou no mundo as muralhas do ódio e tem-nos feito marchar a passo de ganso para a miséria e os morticínios. Criamos a época da velocidade, mas nos sentimos enclausurados dentro dela. A máquina, que produz abundância, tem-nos deixado em penúria. Nossos conhecimentos fizeram-nos céticos; nossa inteligência, empedernidos e cruéis. Pensamos em demasia e sentimos bem pouco. Mais do que máquinas, precisamos de humanidade.

Charles Chaplin

CARTA DO DIA - 2015, 28 Outubro: Arcano 6 - OS AMANTES


Hoje, você precisa deixar as suas indecisões crónicas, e fazer uma escolha de vida para poder responder a perguntas como: Que vida desejo viver? A que quero dedicar-me? Qual o caminho da minha felicidade? Escute a voz do seu coração, essa voz interior que está além do ego, das crenças e das identificações, pois enquanto você não abandonar a ideia de que as coisas têm de ser como você quer, não poderá escutá-la. Não se trata de escolher o que você gosta, ou o que lhe dá mais status, ou o que lhe vai dar mais reconhecimento na família e na sociedade, ou o que mais engrandece o seu ego, mas sim escolher o que é necessário para crescer. Você pode não saber o que é necessário, mas o seu coração sabe.

********
Faço sessões de ‪#‎TerapiaMultidimensional‬ e ‪#‎Tarot‬ Multidimensional para todo o Mundo, via Skype, Facebook ou telefone. Para mais informações, por favor queiram contactar-me pelo email: maedara1972@gmail.com, liguem +351 910 188 775 ou deixem mensagem aqui.
Gratidão, queridos, e sintam-se muito abençoados!

VOCÊ PODE, CONSEGUE E MERECE!



Acordei as 03h00min da manhã de hoje e trouxe a lembrança de ter acessado algumas informações. Tentei voltar a dormir, mas não consegui e então entendi que deveria escrever sobre o que me veio à mente.
Uma das frases que mais ouvimos em nossas vidas foi: “você não pode” e com ela vieram todas as proibições, bloqueios, sentimento de incapacidade, desequilíbrios físicos, emocionais, mentais e espirituais.
Hoje vivenciamos nossas jornadas terrenas, ainda movidas pelas informações que nos foram passadas, e
continuamos vivendo a energia do passado. Queremos seguir em frente, sermos feliz, receber tudo que desejamos, mas algo nos impede de receber o que queremos. E por que isto ocorre, se desejamos mudar?
Enquanto não retiramos estes registros, estas informações limitantes não conseguimos avançar em
nossas conquistas. Precisamos urgentemente limpar estes registros e substituí-los por novos registros, que
nos trazem as informações de que podemos ser e fazer o que desejamos.
Quando você decide confiar, muitas portas se abrem para lhe ajudar e a primeira delas é a “coragem”. O Poder da Coragem se apresenta através da energia de Arcanjo Miguel colocando em suas mãos seu escudo e sua espada e estas ferramentas divinas ativam o Poder de Coragem que existe em você. Todos somos “Guerreiros da Luz” e não descansaremos enquanto não fortalecermos a luz em nosso interior, só precisamos relembrar de quem somos.
A energia do “não pode” ficou no passado e agora a energia é: “você pode!”. Entretanto se continuar alimentando a energia do passado, não vivenciará a energia do AGORA.
Os seres elevados nos incentivam a repetirmos várias vezes estas frases de poder, para que possamos
fortalecer estas informações em nosso interior. Ainda não confiamos o bastante em nós e, portanto, precisamos de algumas provas mais consistentes que fortalecerão a fé em nós.
A energia da “proibição” deve ser substituída pela energia de “viver a sua verdade”. Muitos sinais são apresentados a nós de que quando fazemos o que não desejamos, algo em nosso interior traz um sentimento de desconforto e de tristeza. Quando você assume o seu “Poder de Coragem” percebe que precisa mudar a situação que vivencia, pois se não mudar continuará tendo as mesmas respostas. E então vem a palavra mágica: “você consegue”. Sim, você consegue, porque a todo instante está decidindo, tomando atitudes, pensando, sentindo e existe uma energia poderosa que o ampara a todo instante.
Sabemos que não estamos sozinhos. Quando você dá um passo de coragem, mil passos de ajuda chegam até você! Você consegue porque este registro já existe dentro de você, só precisa relembrar disso e acessa-lo. Muitas vezes o que nos impede de conseguir é querermos ir pelos mesmos caminhos. Hoje nossas realidades são diferentes, estamos despertando para a energia quântica, que traz muito mais poder ao que mentalizarmos e verbalizarmos. Se você acredita que pode, você consegue!
Outra energia que devemos “descartar” de nossas vidas é o “não merecimento”. Somos seres divinos, a partícula de nosso Criador reside em nós e também uma partícula de nós reside no Criador, portanto somos também Criadores e quando nos unimos a energia do Criador, Co-criamos o que desejamos.
Lembro-me de Metatron dizendo que nossa origem é o “Amor” e a “Luz” e de que ao acreditarmos que não somos amados, estamos negando nossas origens divinas e todas as bênçãos que estão prontas para cada um de nós.
Precisamos agora limpar estes registros, estas informações e reprogramar nosso interior com as informações corretas, verdadeiras de quem somos e voarmos livres para sermos o que desejarmos. Você merece estar aqui, ser feliz, receber o que deseja compartilhar o seu melhor e receber o melhor do outro, porque isto está em seu Plano de Vida, você pediu por isto!
Eu agradeço imensamente ao Criador, aos Mestres, aos Irmãos Estelares, ao meu Eu Superior, aos meus
Protetores por me permitirem redescobrir os meus Poderes Divinos e poder compartilhar com todos vocês.
Siga confiante, você pode, consegue e merece!
Namastê


Sandra M. Luz
17/11/2013

Curso Avançado de TAROT

O Oráculo milenar que ajuda a decidir e entender o seu momento atual. Um curso completo de formação. Onde? Em #OVAR.
Para mais informações, siga este link: https://www.facebook.com/events/795344367261444/

A vida


A vida merece atenção. Se houver pressa, que seja para SER FELIZ!

terça-feira, 27 de outubro de 2015

Papel principal

Uma linda noite para todos vocês... e aproveitem a lua cheia!
Vou ensaiar meu papel principal.

Nenhuma relação resiste ao Amor de vidas passadas


As pessoas que amam, e realmente amam, não conseguem entender como é que alguém que amam, e pela qual expressam positivamente este Amor o tempo todo, as preterem em prol de outra pessoa que mal conhecem e que até mesmo lhe traz aparentes sofrimentos. Relacionamentos duradouros, de anos, décadas, com planos estipulados, sonhos em comum, família estruturada, filhos e vida financeira estável, num segundo terminam, porque uma terceira pessoa apareceu na vida do casal. Toda aquela segurança, estabilidade e tranquilidade que fazia parecer que tudo duraria para sempre num segundo cai por terra. Todo o Amor que o casal tinha não teve forças para resistir à entrada da outra pessoa na sua vida e o terreno para o negativo está aberto.

A maior força que existe é o Amor. É a maior porque é invencível e irresistível. Nada pode contra, e ninguém pode resistir ao Amor. É o último grau da evolução, é onde Deus está, é o que Deus é e não é possível ir contra isto. A força do Amor é incompreendida pela humanidade, assim como todas as outras leis cósmicas, por isso os homens sofrem. O Amor entre duas pessoas, que era para ser algo bom, vem destruindo vidas e causando estragos imensuráveis. Almas estão a corromper-se, vidas sendo desperdiçadas, sentimentos escuros sendo cultivados e uma infinidade de negatividades são os resultados da ignorância sobre o Amor e a sua força. É pela ignorância das pessoas que isto existe, ainda mais quando não se reconhece e não se respeita a força deste Amor.

A forma como os relacionamentos são criados pelas pessoas faz com que as uniões sejam fracas. A qualquer momento duas almas podem reencontrar-se e reviver a força de um Amor que as une e nada poderá ser feito. Não existe beleza física, riqueza e estabilidade material, família, filhos, moral, costumes ou lei que possa separar o Amor de duas almas. Almas que viveram vidas na riqueza e na pobreza, na saúde e na doença, nascimentos e mortes e que possuem uma atração de alma, que atração física alguma chega perto, e que pensamento, lógica ou razão alguma pode compreender. Trata-se da afinidade de almas que viveram eras juntas, com a mesma missão e que Deus parece ter feito na mesma fornada. O Amor de vidas passadas é irresistível e ninguém pode contra isto.

As relações amorosas entre as pessoas são fundadas em nada; relacionam-se porque se acham bonitas, porque lhes é conveniente emocional ou financeiramente, porque gostam de ir aos mesmos lugares, porque ouvem a mesma música ou porque lêem os mesmos autores. Nada disso é da alma, tudo é da matéria. O “tipo” de pessoa é da matéria, não da alma. Relacionamentos fundados nisto acabam facilmente com qualquer sopro de reencontro de vidas passadas. Quem quiser que o seu relacionamento tenha força o suficiente para resistir à mínima fumaça de um reencontro de vidas passadas não pode nem pensar em ter um relacionamento vazio como estes, e quem vive algo assim pode ir dormir todo o dia sabendo que poderá "perder" a pessoa amada no dia seguinte.

O Amor é devastador, quando vem nada sobra. Não há força maior que o Amor. Uma pessoa pode amar a outra seja de que forma for, pode ter com ela a família mais perfeita do mundo, com uma bela casa, um bom carro, filhos saudáveis, perfeitos e inteligentes, uma vida financeira e amorosa completamente estável, mas se num segundo a outra pessoa estiver na fila do caixa da padaria da rua e encontrar um Amor de vidas passadas e as almas se reconhecerem, acabou e não há o que fazer. Não há moral, lei, costume ou dogma que possa separar estas duas almas e é preciso compreender isto. Entender que nada é para sempre, que o importante é viver cada momento e que quando acabar a única obrigação é consigo, com a sua própria consciência, de poder dizer a si que fez a sua parte enquanto durou.

Importa a cada um saber que enquanto a relação durou fez a sua parte; foi fiel, leal, sincero, honesto e deu o seu melhor para a unidade do casal. Deve-se entender que cada um tem um limite de ação, que existe o livre arbítrio e que se trata da força do Amor que veio de tempos anteriores, não apenas de uma mera atração passageira. Nada é por acaso. Não é por acaso que alguém escolhe, abandona ou troca uma pessoa, ainda mais quando à vista da moral humana tudo está perfeito. A pessoa não pode deixar surgir sentimentos negativos contra o mundo, contra os outros e contra si; devendo compreender que este encontro de almas existe pela força que é a maior força que existe. Pregar o Amor quando não se entende que um casal escolheu ficar junto em razão dele é burrice ou hipocrisia.

Casais são formados em todas as vidas, o sentido criador da vida age também nos relacionamentos. Alguns casais reencontram-se e outros formam-se. Não existe predestinação, existe predisposição. O Amor torna duas almas predispostas a unirem-se e não é difícil compreender que a força que une um casal que se conheceu na atual vida e que se uniu por motivos que não envolvem a alma é menor que a força do Amor que uniu duas almas em várias vidas passadas em razão da alma e que as une novamente. Ir contra isto é tolice. Ir contra o Amor é tolice, e é caminho para o sofrimento. O Amor deve ser aceite, no tempo e na forma que vier. Não importa se está em questão um relacionamento de 350 anos, se há 400 filhos em comum ou se a outra pessoa não trai nem em pensamento.

Não existe desculpa racional que possa justificar a manutenção de um relacionamento onde alguém reencontrou um Amor de vidas passadas. A única força que deve fazer duas pessoas ficarem juntas é o Amor, qualquer outra força age no sentido contrário e ao invés de juntar, efetivamente separa. A separação em essência já ocorreu e quando a força do Amor vier, nada sobrará. O tempo adquirido de uma relação, filhos, finanças, comodidade ou conveniência não podem ser utilizados para manter uma relação, só o Amor. A vida é instável, tudo muda a toda a hora e com os relacionamentos amorosos não é diferente. A relação deve existir somente enquanto existir o Amor. Viver uma relação sem Amor ou sentindo um Amor maior por outra pessoa é viver uma mentira.

Não adianta manter à força uma pessoa que reencontrou um Amor de vidas passadas e que se sente inexplicavelmente ligada e atraída por esta pessoa. Mesmo que a pessoa se mantenha fiel fisicamente, à noite estas duas almas encontrar-se-ão, mesmo que os dois estejam inconscientes e não saibam disto. As duas almas encontrar-se-ão e farão tudo aquilo que não podem fazer no plano material. A pessoa que mantém outra pessoa à força sabendo que o desejo dela é estar com outra pessoa deve saber que quando se trata de Amor verdadeiro, quando esta pessoa dorme a alma dela encontra a da pessoa amada. É o Amor, é mais forte que elas e não existe juízo sobre isto. Relacionar-se por conveniência ou atração física é o que os animais fazem e o homem deveria ser um pouco mais que um animal.

Para quem tem consciência do que é viver um Amor de vidas passadas bem sabe a força e o poder que tem esta relação. Somente quando duas almas se reencontram é que existe tão e somente o momento; não existe a carga do passado e o medo do futuro, apenas o momento. Troca-se uma vida por uma noite, sem arrepender-se e com a certeza de que tudo valeu à pena. As percepções são únicas e não há mais nada igual. Dependendo do grau de conexão entre as almas e seus respectivos desenvolvimentos é possível a telepatia plena, onde um pode ver na sua mente o que o outro vê e ambos podem ver juntos os momentos que tiveram em vidas passadas. A conexão das almas é feita entre todos os chacras, o desejo de conexão vai literalmente dos pés à cabeça e as duas almas evoluem juntas.

As pessoas criam relacionamentos porque a outra pessoa faz o mesmo curso académico, gosta da mesma banda, tem o mesmo estilo de se vestir, não a trai, com ela não precisa de se preocupar em ser traído ou se preocupar com dinheiro, faz parte do mesmo grupo, tem algo atraente fisicamente, tem a mesma noitada, a outra pessoa chama a atenção e até lhe serve como troféu, dão-se bem na cama ou para não ficarem sozinhas. Criam relações vazias e sem sentido, sem envolvimento algum de alma, e depois reclamam quando tudo termina sem sentido. É óbvio que uma relação sem sentido vai terminar sem sentido. Estes relacionamentos são nada para o Amor de vidas passadas. O Amor verdadeiro, de vidas passadas, entra na vida de um casal destes e destrói tudo, não sobrando coisa alguma.

Quem vive uma relação fundada na matéria merece e precisa perder a pessoa que diz amar para aprender o que é o Amor e a sua força e assim, um dia, criar uma relação verdadeira, de alma, algo que sobreviva após a morte. Se as pessoas querem viver relações efémeras baseadas no que é da matéria que paguem o preço da efemeridade da matéria, mas que saibam que o universo não se limita às suas limitações e que existe uma grande consciência universal em expansão e evolução que não vai deixar de viver o que é belo em razão das suas limitações. É uma das graças da espiritualidade, o quanto ela pode sem força alguma destruir a forma tacanha de viver, pensar e sentir da humanidade. É lindo o Amor de vidas passadas, que vem e destrói as relações vazias e sem sentido. O mundo precisa de mais verdade.

CT

Carta de uma Criança Índigo a um Professor


Olá e obrigado por ler a minha carta.

Eu sou aquela criança que normalmente não pára quieta na carteira, e a quem está sempre a dizer para se calar. É que, às vezes, eu entendo as coisas antes do Senhor acabar de explicar a matéria e, se tem de repetir, aborreço-me. Às vezes posso ser muito mal-educado ou explosivo para chamar a atenção. Gosto de falar de temas que o senhor "acredita" não serem para a minha idade. Está sempre a dizer aos meus pais que não consigo aprender, no entanto, se alguma coisa me interessa aprendo facilmente, mas quando já tenho conhecimentos suficientes ponho de lado porque me aborreço.

Não contesto a autoridade, mas o entendimento e as explicações. Aprendo por imitação: o seu exemplo para mim é muito importante. Segundo o senhor, estou sempre a transgredir as normas e a criar outras. Sou esse gênio em "potência" que se se concentrasse em algo seria melhor...

Os meus pais levaram-me ao médico e dizem que tenho ADHD, uma coisa chamada “Deficiência de Atenção com Hiperatividade”, e isso quer dizer que não paro quieto, não posso prestar atenção durante muito tempo, distraio-me facilmente e, além disso, sou hiperativo.

O médico queria que eu tomasse Ritalin (a minha mãe recusou dizendo que as anfetaminas criam toxicodependentes). Então, ela investigou e, agora, faço coisas que direcionam a minha energia (desporto, artes marciais, Tai-chi, Yoga), e evita dar-me alimentos com açúcar ou glicose e sinto-me mais calmo.
Não gosto que me tratem como criança, talvez saiba menos de certas coisas, mas isso não significa que não saiba. Estou no meu processo.

Dê-me mais tempo para assimilar as coisas, pois aprendo de maneira diferente.

Se eu não aprendo de uma forma tradicional... porque usa sempre a mesma maneira? Quem sabe se fosse um método mais prático?

Estou sempre a perguntar... porquê? Isso não quer dizer que o estou a pôr à prova, tenho somente curiosidade. Se não souber a resposta diga-me. Não seja evasivo, guie-me para eu encontrar a resposta.
Gostaria que me incluísse quando tomasse decisões que me afetam, não sou simplesmente mais um aluno.
Gostaria que reconhecesse que sou diferente e não que me classificasse como diferente.

Não sou nem mais nem menos que o senhor. Se me explicasse para que serve o que estudamos e que para conseguir certas coisas preciso de disciplina, reagiria de maneira diferente.

Quando não me conseguir concentrar faça alguma atividade para me distrair: um jogo, música, dança... Mas não grite comigo.

Sei que muitas vezes se desespera na sala de aula pois nenhum de nós lhe presta atenção. Já se preocupou em saber o que realmente nos interessa?

Despeço-me com Amor

José Manuel

(Este texto foi escrito por José Manuel Piedrafita Moreno, Educador e Índigo Adulto)

(É livre de usar e divulgá-lo desde que não altere integral ou parcialmente, incluindo os créditos).

CRIANÇAS ÍNDIGO


A partir da década de 80, elas começaram a chegar, mais e mais. São crianças espetaculares, que chegam para ajudar a Humanidade na transformação social, educacional, familiar e espiritual de todo o planeta, independente das fronteiras e das classes sociais. Estas crianças são como catalisadores da nova consciência e vêm desencadear as reações necessárias para as transformações.

O QUE SÃO CRIANÇAS ÍNDIGO?


As crianças índigo são fruto da evolução da nossa espécie e possuem uma estrutura cerebral capaz de utilizarem, simultaneamente, as potencialidades do hemisfério direito e do hemisfério esquerdo, desenvolvendo capacidades espaciais, intuitivas, criativas e espirituais. Necessitam de um ambiente propício e harmonioso para poderem desenvolver todas as suas potencialidades.

Devido ao aumento de vibração e energia planetárias, cada vez nascem em maior número. Neste momento 90% das crianças já nascem com características Índigo, Cristal, Violeta, Arco-íris, Diamante, ou outras.

Apresentam as seguintes características: inteligentes, sensitivas, intuitivas, com tendência hiperativa, percetivas, compreendem facilmente as leis universais, são muito criativas e possuem uma memória privilegiada (por vezes falam de vidas passadas com toda a naturalidade) e são dotadas, como referem alguns autores, de uma espécie de inteligência espiritual.

Nem sempre a escola as motiva e quando o assunto não lhes interessa podem apresentar características de défice de atenção; mas se, pelo contrário, algum tema lhes desperta a atenção, entregam-se apaixonadamente e passam horas atentas e envolvidas em novas descobertas.

Vários autores referem que podem distinguir-se 4 tipos de crianças índigo: as humanistas (líderes, muitos ativos), as conceptuais (cognitivas ou intelectuais), as artistas (portadoras de grande sensibilidade e intuição) e as interdimensionais (globalmente sobredotadas mas com potencialidades espirituais invulgares).

Saiba mais em: http://www.casa-indigo.com/faq.asp

Link: https://www.facebook.com/photo.php?fbid=1700081613594285&set=gm.184753348526874&type=3&theater

Nunca se venderam tantos Porsche em Portugal

"A crise é uma oportunidade para melhorar" a todos os níveis!

Veja o artigo: http://economico.sapo.pt/noticias/nunca-se-venderam-tantos-porsche-em-portugal_232031.html

‪#‎coragem‬ ‪#‎realização‬ ‪#‎trabalho‬ ‪#‎DreamEnergyDrink‬ ‪#‎BNG‬ ‪#‎desporto‬ ‪#‎treino‬ ‪#‎ginásio‬ ‪#‎eventos‬ ‪#‎universidade‬ ‪#‎estudo‬ ‪#‎energia‬ ‪#‎empreendedorismo‬ ‪#‎oportunidade‬ ‪#‎negócio‬ ‪#‎marketing‬ ‪#‎MMN‬ ‪#‎superação‬

Oportunidade:  https://www.facebook.com/Dream-CRT-988345014566058/

Ser feliz


“Olhe que a única maneira de na vida ser feliz, principalmente os seres como você, de uma grande sensibilidade, de uma extraordinária imaginação, a única maneira é construir-se um lar bem doce, bem cheio de luz onde, longe do mundo, se possa amar, se possa trabalhar, se possa viver.” Florbela Espanca

Alma gémea


"As pessoas acham que a alma gêmea é o encaixe perfeito, e é isso que todo o mundo quer. Mas a verdadeira alma gêmea é um espelho: a pessoa que mostra tudo o que está prendendo você, a pessoa que chama a sua atenção para você mesmo, para que você possa mudar a sua vida.
Uma verdadeira alma gêmea é provavelmente a pessoa mais importante que você vai conhecer, porque elas derrubam as suas paredes e te acordam com um tapa. Mas viver com uma alma gêmea para sempre? Não! Dói demais. As almas gêmeas só entram na sua vida para revelar a você uma outra camada de você mesma, e depois vão embora." Elizabeth Gilbert

Viver com a nossa Alma Gémea será um verdadeiro desafio. Será necessária muita entrega, muita compaixão, muito perdão, muito amor e nem todos nós teremos essa capacidade! Mas poderemos tentar... Só mesmo para quem gosta de desafios! E eu adoro! (rsrsrs)

Transformações internas


Criar transformações extraordinárias internamente permite que o Universo expresse essa mudança interior externamente.
Acenda o poder dos milagres! Liberte-se do egoísmo, da raiva e da auto piedade!
CT

Nesta vida


Nesta vida, não temos o que queremos
e sim o que precisamos ter!
A vida não acontece connosco...
A vida responde ao que somos!
E tudo o que nos acontece
é fruto do que plantámos!
CT

CARTA DO DIA - 2015, 27 Outubro: Arcano 20 - O JULGAMENTO


E em noite de Lua Cheia (rsrsrs), eis o momento de prestar contas a Deus da maneira como aproveitou as oportunidades que foram postas no seu caminho, da necessidade de se arrepender, mas também de perdoar.
É o início de uma nova etapa de vida, que surge como consequência dos seus atos. Comece do zero a sua nova trajetória, canalizando os seus esforços para que o seu despertar diário seja um renascimento positivo sem impressões ocultas com ares de provação; não se julgue a si mesmo e nem se deixe julgar, uma vez que estamos no mundo apenas de passagem, tanto para aprender com os erros como para evoluir com os acertos; e permita-se atentar para as vibrações e para os ritmos que a alma liberta é capaz de produzir e de sentir.
É o momento de colher o que plantou. Receberá a recompensa pelos esforços empreendidos, tendo plena consciência daquilo que fez para construir o futuro que agora o espera.
Lembre-se de que toda a ação tem uma consequência!

********
Faço sessões de ‪#‎TerapiaMultidimensional‬ e ‪#‎Tarot‬ Multidimensional para todo o Mundo, via Skype, Facebook ou telefone. Para mais informações, por favor queiram contactar-me pelo email: maedara1972@gmail.com, liguem +351 910 188 775 ou deixem mensagem aqui.
Gratidão, queridos, e sintam-se muito abençoados!

"O QUE SE QUER" - Marisa Monte - OQVQSDV

BOM DIA!
A vida é um dia
Um dia sem culpa
Um dia que passa
Aonde a gente está...

segunda-feira, 26 de outubro de 2015

Caminhante



Ando no traçado do tempo à procura de mim mesma. Até hoje não sei quem sou, ou até saberei, mas não serei apenas isso. Sou uma caminhante e não uma conformista.

CT

Shakespeare's Sister - Stay Wth Me (Official Music Video)

In the silence of your room
In the darkness of your dream
You must only think of me
There can be no in-between
When your pride is on the floor
I'll make you beg for more

Laços de amor


"A afinidade e os sentimentos genuínos não nascem de uma simples semelhança de modos de ser e de interesses comuns, eles são o resultado de um longo processo de dezenas ou mesmo centenas de vidas passadas em que duas almas conviveram juntas. Nestas experiências conjuntas, ambas foram passando por circunstâncias, enfrentando desafios, superando obstáculos, atravessando todas as dificuldades, e envolveram-se em laços afetivos e amorosos um com o outro, resultando daí uma profunda identificação e um sentimento verdadeiro.
É como o despertar de um sentimento, logo que vemos ou estamos na presença de uma pessoa desconhecida que acorda em nós algo portentoso, excelso, superior, quase celeste e divino, e que é incompreensível.
Essas sensações podem ter a sua origem em dezenas ou mesmo centenas de vidas passadas onde estas duas almas viveram juntas. Pode até mesmo ser anterior aos primeiros nascimentos terrestres. Esse reencontro faz ressurgir emoções e sentimentos que já existiam dentro da pessoa, mas que ainda estavam adormecidos. É uma profunda e inexplicável identificação com alguém que já conhecemos há milênios e que reencontramos na vida presente.
Esses laços são genuinamente fortes, são laços divinos que nascem do infinito e que se manifestam no ser humano como a expressão do sentimento mais puro que o homem da Terra pode ter acesso.
A ligação espiritual transcende a da nossa família de sangue e demonstra a existência de laços muito maiores, mais subtis e imensamente mais antigos do que os laços consanguíneos."

Autor desconhecido

Conversando sobre a ESQUIZOFRENIA - Estigma

Aprendemos como as coisas e as pessoas são por meio do convívio em sociedade, família, escola, trabalho e entre amigos. Aprendemos nas relações por intermédio do hábito. E o que é visto como ”diferente” está dentro do campo do desconhecido. Assim é com a esquizofrenia – imagine como seria viver sem que as outras pessoas tivessem noção do que se passa com você! É isso o que acontece com as pessoas com esquizofrenia.

Continue a ler aqui: https://drive.google.com/file/d/0B3hfC8VPovdbZkk3RDZzckxHYzQ/view?pli=1

CARTA DO DIA - 2015, 26 Outubro: Arcano 12 - O DEPENDURADO


Vai continuar a permitir que o seu ego cresça e comande a sua vida? Vai continuar a fazer do sofrimento um mérito e do sacrifício uma condecoração? Tudo na sua vida gira ao redor da renúncia e do sofrimento; procura amor através do sofrimento, reconhecimento profissional ou dinheiro através do sofrimento e do esforço esgotante, saúde por meio do sofrimento; alimenta-se de desgraças e consolos. Até quando acha que vai aguentar? Quem acha que lhe vai oferecer uma medalha? Acredita mesmo que essa medalha lhe será atribuída?
Pare de manipular e controlar os outros através do seu sacrifício! Pare com a farsa de que "Eu que sou tão bonzinho, ajudo toda a gente, até deixo de comer para dar ao próximo... depois ninguém me ajuda. Eu sacrifico-me tanto por ti e vê como me pagas." Isto é manipulação, SIM!
Pois eu digo-lhe que existe uma total falta de respeito e estima por si próprio, produto de uma severa auto-anulação. Os motivos poderão ser vários, fruto do seu passado, mas é urgente que reconheça a sua frustração e faça uma revisão de responsabilidades. A fonte da dor não provém de não ser o que pensamos que temos de ser, mas de não querer ser o que realmente somos.
É início de semana e há muita coisa para ser mudada! Mãos à obra!

********
Faço sessões de ‪#‎TerapiaMultidimensional‬ e ‪#‎Tarot‬ Multidimensional para todo o Mundo, via Skype, Facebook ou telefone. Para mais informações, por favor queiram contactar-me pelo email: maedara1972@gmail.com, liguem +351 910 188 775 ou deixem mensagem aqui.
Gratidão, queridos, e sintam-se muito abençoados!

Desperte!


domingo, 25 de outubro de 2015

Loreena Mckennitt - The Mists of Avalon



Esse é o grande segredo, conhecido dos homens cultos de nossa época: pelo
pensamento criamos o mundo que nos cerca, novo a cada dia.
As Brumas de Avalon - Marion Zimmer Bradley

Roxette - Dressed For Success

Let's go!

Quero-te

 
- Quero-te.
- Queres-me como?
- Assim como és!
- E eu sou como?
- Como um sorriso que ganhou cabeça, tronco e membros.
- Como assim?
- Como um sorriso que tem, ele mesmo, uma boca que posso beijar, depois de puxar para mim e guardar dentro de um abraço meu.
- E podes guardar-me dentro de um abraço teu?
- Sim, e fechar-te com um laço.
- E é feito de quê, esse laço?
- Dos meus dedos. Apertam no fundo das tuas costas, sobre a pele.
- Também te quero.
- E queres-me como?
- Assim como és!
- E eu sou como?
- És quem me quer como se eu fosse um sorriso, e me faz desejar ser esse sorriso, que pede para que os teus dedos não deslacem.
- Quero-te mais!
- Mais do que eu?
- Não, quero-te mais ainda; quero também esse brilho novo que tens agora nos olhos.
- Podes ficar com ele.
- Já o tenho.
- Tens mesmo! Vejo-o nos teus olhos!
- Será isso desejo?
- Desejo que sim.
- Quero-te agora!
- Toma-me!
- Como?
- Com essa sede toda que quero matar, avidamente.