Para Refletir

domingo, 1 de julho de 2018

A PRÓXIMA ONDA: O ANO NOVO PLANETÁRIO E O PORTAL DE LEÃO 2018


Por Celia Fenn

E assim, amados, chegamos às Portas de um Novo Ciclo e a um Novo Ano Sagrado. O Ano Novo Planetário começa em 26 de julho, após o "Dia Fora do Tempo", em 25 de julho.
Este é o momento no qual os Portais do Leão se abrem, tornando possível uma Espiral do Tempo mais evoluída para o próximo Ano Sagrado. Neste momento, é essencial manter a sua vibração pessoal alta e clara, cortando amplamente todas as ilusões e focando apenas no Amor e na Harmonia.
Não permita que nada ou qualquer evento, neste momento, o envolva no medo e raiva, porque essas emoções os manterão em baixa frequência, impedindo-os de atingir um nível superior de consciência.
Lembrem-se de ser Luz e que seu coração seja leve como uma pluma enquanto você flutua para os níveis superiores de ser no Novo Ciclo.
Após a Queda de Atlântida e a perda de integridade no Antigo Egito, a conexão com os Portais do Leão Sagrado e a energia do Leão Sagrado se perdeu.
Os humanos foram separados deste conhecimento e as espirais tornaram-se "Linhas do Tempo" e foram enclausuradas em ilusão, falsidade e manipulação por parte daqueles com corações escuros.
Agora, o Alvorecer da Nova Terra dá a oportunidade de reconectar com os Guardiões do Leão Real, criando internamente as Espirais Sagradas do Tempo e da Manifestação em completa Clareza e Integridade.
Com a proximidade do Portal Estelar 8/8 ou do Portal de Leão, os Guardiões da Luz estão esperando para guiá-los ao longo do portal para níveis superiores de consciência e criação.
Ao honrar o Passado e o Futuro representados pelos Leões Reais do Portal, vocês se concentram intensamente no AGORA como o local da Criação e Manifestação.
Neste momento também será liberada uma Onda de Luz do Grande Sol Central para empoderar esta nova Espiral do Tempo da Criação da Nova Terra.
Será a mais brilhante e poderosa Onda de Luz que envolverá a Terra e também será experimentada como Ondas de Transformação e Criação no Ano Sagrado de 2018/19.
Esta Nova Espiral do Tempo lhes dará a oportunidade de criar e manifestar seus sonhos.
Muitos de vocês sentiram grandes mudanças neste último ano em seu trabalho, relacionamentos e energia interior/dominante. Tudo isso foi um "Soltar" para poder posicioná-los em um novo lugar de onde podem criar seu sonho da Nova Terra.
Desejamos-lhes Luz, Alegria e Poder ao criar seu novo Caminho de Amor na Realidade Multidimensional da Nova Terra.

sexta-feira, 15 de dezembro de 2017

DEFICIT DE ATENÇÃO



Contrariamente ao que a maioria dos mortais pensa, o Deficit de Atenção não diz respeito à falta de concentração por falta de empenho ou um comportamento indisciplinado resultante da educação dada pelos pais.
Se os pais de crianças sem Deficit de Atenção se empenhassem da mesma forma que os pais de crianças Hiperativas na educação dos seus filhos, todos eles seriam uns génios, super bem educados e extremamente organizados.
Educar ou viver com alguém com Deficit de Atenção é um desafio enorme e os familiares, amigos e colegas de pessoas com Deficit de Atenção deveriam de receber o devido mérito.
O Deficit de Atenção também não é uma condição psicológica relacionada com o facto de que se uma pessoa realmente quisesse era pontual e organizada ou que passa com a ajuda de um psicólogo.
Pedir a uma pessoa com Deficit de Atenção para se concentrar e organizar é a mesma coisa que pedir a uma pessoa com miopia para se esforçar mais e tentar ler sem óculos ou pedir a um coxo para correr mais depressa.
É impossível e está fora do controlo da pessoa com Deficit de Atenção.
O Deficit de Atenção é uma condição física que se caracteriza pelo subdesenvolvimento e mau funcionamento de certas partes do cérebro, nomeadamente:
  • Lobos Frontais
  • Corpo Caloso
  • Gânglios da Base ou Núcleos da Base
  • Cerebelo
  • Sistema Dopaminérgico - Falta de e/ou Recaptação Precoce da Dopamina
  • Sistema Noradrenérgico - Falta de e/ou Recaptação Precoce da Noradrenalina
Mas também pela menor e menos eficaz atividade elétrica, menor circulação sanguínea no cérebro e má gestão da glucose que é o principal combustível do cérebro.
Tudo isto leva a que haja uma má comunicação entre neurónios, má comunicação e falta de sincronização entre as várias partes do cérebro.
O Deficit de Atenção é uma condição que apresenta 3 sintomas:
  • Desatenção ou Distração
  • Deficit de Atenção
  • Impulsividade
E tem 3 subtipos:
  • Predominantemente Desatento
  • Predominantemente Hiperativo
  • Combinado Desatento + Hiperativo – O mais comum
O Deficit de Atenção é atualmente a “desordem mental” mais diagnosticada em crianças, estimando-se que 5 a 10% de todas as crianças sejam Hiperativas.
As estatísticas indicam que cerca de 40% das crianças diagnosticadas deixam de ter sintomas durante a adolescência, ou seja o cérebro, com a ajuda de fatores ambientais, “encontra o caminho” para o normal desenvolvimento. Não será só isto, atenção!
Resumindo e concluindo, o Deficit de Atenção, no jovem, exprime-se por uma tendência excessiva para a distracção. Manifesta-se, muitas vezes, de uma forma insidiosa, embaraçosa, selectiva e ocasional. Aparece mais com os constrangimentos pedagógicos e educativos à medida que a criança cresce e avança na idade.
Analisando este bloqueio emocionalmente, tenho constatado que o Deficit de Atenção é causado, em grande parte, pela ferida da rejeição. Uma criança que sofre de rejeição é levada a rejeitar tudo o que não lhe interessa e tem uma grande facilidade em fugir para o seu mundo imaginário. Conhecem a expressão “está na lua”? Pois trata-se disso mesmo! Pode fugir desta forma imensas vezes durante o dia, durante alguns segundos ou mais tempo. A criança foge porque se sente rejeitada no que é. A fuga ajuda-a a sofrer menos.
Aquela criança muito ocupada a pregar partidas e a distrair os outros desenvolve uma grande excitabilidade, que pode passar por hiperatividade. Na realidade, ela é hiperexpressiva e sofre mais de abandono do que de rejeição. Podemos reconhecer uma criança hiperexpressiva pela sua capacidade em ficar muito atenta quando uma atividade lhe interessa. O hiperativo não consegue ficar quieto, ainda que a atividade lhe interesse. Não sou apologista da medicação em ambos os casos. É possível superar estes bloqueios através da Terapia, por exemplo.
Quem sofre a dor da rejeição julga que nada vale, que é um zero à esquerda. É-lhe difícil acreditar no seu direito de existência, acreditar que é diferente. Uma criança que pensa que ninguém se preocuparia se desaparecesse de casa, da escola ou mesmo do planeta, sofre muito! Acreditem que sofre! Esse sofrimento leva-a a fugir à sua vida normal recorrendo a diversos meios.
A criança hiperactiva vive a dor da rejeição com o progenitor do mesmo sexo. Esta criança tem necessidade de reconhecer e de aceitar que esse progenitor faz tudo o que pode de acordo com aquilo que é. Viveu, em geral, o mesmo género de rejeição com o seu progenitor do mesmo sexo. É-lhe impossível dar o que não recebeu. A criança deve também reconhecer que ela própria rejeita esse progenitor. Ambos têm interesse em ter mais compaixão um pelo outro.
A criança hiperexpressiva vive a sua dor de abandono com o progenitor do sexo oposto. Julga que este último não lhe dá atenção suficiente. Só pode amar-se através da atenção que recebe. Desde que esse progenitor se ocupe mais de alguém do que dela, ou dá mais atenção a uma actividade – o seu trabalho, por exemplo – do que a ela, sente-se abandonada e julga logo que não a ama suficientemente.
A criança torna-se, assim, hiperexpressiva devido à necessidade crónica de atenção. Prefere mesmo ser repreendida, ficar doente ou até ter um acidente (o que lhe traz atenção) do que sofrer de solidão. Esta criança tem necessidade de compreender que é uma pessoa amável e amada ainda que nem sempre lhe dêem atenção. Deve igualmente reconhecer que o seu progenitor do sexo oposto faz o que pode, uma vez que viveu certamente a mesma dor de abandono com o seu progenitor do sexo oposto.
Não são situações fáceis de lidar, mas há solução, desde que a cura seja desejada! O meu trabalho enquanto Terapeuta Mutidimensional passa por harmonizar estes bloqueios de uma forma amorosa. Tudo está dentro e quando a cura é feita internamente, no coração, a paz dá-se ao seu redor!

Com amor e gratidão,
Eu Sou
Carla Tavares, Terapeuta Multidimensional

quinta-feira, 7 de dezembro de 2017

Roo Panes - Lullaby Love

Eu sou uma eterna paixonada por palavras, música e pessoas inteiras.Gosto de beijos demorados, abraços apertados, sorrisos sinceros, palavras verdadeiras, piadas com graça, carinho... muito, um amor, uma paixão enlouquecedora, um olhar fatal, um beijo de tirar o fôlego, uma promessa cumprida, um pensamento insistente...

terça-feira, 28 de fevereiro de 2017

Silêncio

Em silêncio...
sentindo a sua paz...
© Carla Tavares

Mulheres psicanalistas

Acho que as Mulheres acabam por se tornar boas psicanalistas com o passar dos anos. Não precisas confessar os teus pecados porque elas sempre sabem! 
Ficam lindas quando usam batom vermelho. O mesmo já não acontece com mulheres mais jovens! Ouviram, meninas? Deixem-se disso e acreditem na beleza da simplicidade e discrição!
As Mulheres mais maduras são diretas e honestas. Elas dir-te-ão, olhos nos olhos, se fores um idiota, caso estejas a comportar-te como um!
© Carla Tavares

domingo, 26 de fevereiro de 2017

Apaixonei-me

Apenas escutei uma efémera carícia
e por isso me apaixonei...

© Carla Tavares

💗 Polvo de mariposas https://youtu.be/u2j6tAPfXQM?list=PLAC5058E4891401F3

Sakis foto

Sobre o amor...

O amor de um ser por outro só pode ser duas solidões que se aproximam, se reconhecem, se protegem e confortam uma à outra.

Han Suyin


#terapiamultidimensional #tarotmultidimensional #ocoracaocuraaalma